Sabe aquele monte de óleo que fica na panela depois que vocês faz uma fritura?
Em vez de despejar no esgoto e poluir a água, você pode dar um destino diferente para esse óleo.
Por meio de um processo industrial que transforma o óleo em biodiesel (combustível renovável) e glicerol (utilizado para fazer sabão). Para isso, existem vários procedimentos, mas o mais comum é o de transesterificação, que é o mais usado no Brasil. Nesse processo, o óleo reage com um álcool (metanol) e com um catalisador (soda cáustica). Atualmente, não existe uma lei federal que obrigue os fabricantes a recolher e reciclar o óleo, mas muitos estados e municípios incentivam lanchonetes e restaurantes a encaminhar o material a locais adequados. Também existem entidades que se responsabilizam pelo recolhimento do resíduo em bairros e estabelecimentos. Em todo o Brasil, empresas de reciclagem de óleo fazem parcerias com restaurantes, ONGs e supermercados para receber muitos litros da substância.

Nossos colégios estão recolhendo óleo, cada unidade tem um vasilhame com capacidade de 200 litros onde sera armazenado todo óleo usado. Regularmente o carro da empresa responsável visitará os postos de coleta para recolher o material captado.